Em uma semana, Maranhão registra mais de três mil casos e nove mortes por Covid-19 – Jornal do Maranhão – MARANHÃO Hoje- Notícias, Esportes, Jogos ao vivo e mais

Em uma semana, o Maranhão registrou 3.665 casos e nove mortes por Covid-19, segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES). Os dados são referentes aos dias 4 a 11 de julho.

Foto: Peter Linforth/Pixabay

Desde o início da pandemia, 447.353 casos e 10.897 mortes causadas pelo novo coronavírus foram registrados em todo o estado. 

Nessa segunda-feira (11), o Maranhão contabilizou 1.091 casos na Grande Ilha de São Luís, 15 em Imperatriz e 440 nas demais regiões.

Leia também

VÍDEO: Anestesista é preso em flagrante por estupro de uma paciente que passava por cesárea no RJ

Já o número de casos ativos (pessoas que, no momento, estão com Covid-19) chegou a 4.335. Desses, 4.198 pacientes foram orientados a ficar em isolamento domiciliar, 81 estão internados em enfermarias e 56 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Recuperados e testes

Até o momento, 432.111 pacientes já se recuperaram da Covid-19 (Confira algumas histórias de recuperados pela doença no estado no fim desta reportagem).

Ao todo, a Secretaria de Saúde diz que já foram realizados 1.113.291 testes (rede privada + pública) para a Covid-19, sendo que 736.936 casos foram descartados. O número de casos suspeitos atuais é de 3.869.

Veja os dados da Covid-19 no Maranhão

Faixa etária dos pacientes

0 a 9 anos – 15.145

10 a 19 anos – 33.972

20 a 29 anos – 73.152

30 a 39 anos – 96.359

40 a 49 anos – 79.627

50 a 59 anos – 58.016

60 a 70 anos – 40.114

Mais de 70 anos – 35.662

Não informado – 14.306

Percentual de casos por sexo

Masculino – 43%

Feminino – 57%

Taxa de ocupação de leitos de UTI

Leitos de UTI para a Covid-19 na Grande São Luís

Total de leitos de UTI – 25

Leitos ocupados de UTI – 16

% de ocupação das UTIs – 64%

Leitos clínicos para a Covid-19 na Grande São Luís

Total de leitos – 35

Leitos ocupados – 22

Porcentagem de ocupação – 62,86%

Leitos de UTI para a Covid-19 em Imperatriz

Total de leitos – 10

Leitos ocupados – 4

Porcentagem de ocupação – 40%

Leitos clínicos para a Covid-19 em Imperatriz

Total de leitos – 10

Leitos ocupados – 3

Porcentagem de ocupação – 30%

Leitos de UTI para a Covid-19 nas demais regiões

Total de leitos – 30

Leitos ocupados – 8

Total de leitos – 26,67%

Leitos clínicos para a Covid-19 nas demais regiões

Total de leitos – 30

Leitos ocupados – 12

Porcentagem de ocupação – 40%

Novas cepas no Maranhão

O Maranhão confirmou, no dia 26 de fevereiro, o primeiro caso da variante brasileira P.1 (Gama) da Covid-19, originalmente identificada no Amazonas. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Já em maio, o Maranhão registrou os primeiros casos da variante indiana (Delta) do coronavírus (chamada de B.1.617) no Brasil. Foram seis pessoas que chegaram ao estado a bordo do navio MV Shandong da Zhi, atracado no litoral do estado.

Dos seis infectados, um precisou ser levado de helicóptero para um hospital da rede privada no dia 13 de maio. Trata-se de um tripulante indiano de 54 anos, que acabou morrendo no dia 28 de junho.

Em dezembro, o governo do Maranhão confirmou que, além da variante P.1 (Gama), a variante (Delta) também estava entre os registros de variantes de circulação local no estado.

No dia 3 de fevereiro de 2022, o Maranhão confirmou o primeiro caso da variante Ômicron. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), já havia mais de 50 casos da variante no Estado, distribuídos em 14 municípios. Nas amostras sequenciadas positivas para ômicron, 57% eram do sexo feminino e 43% do sexo masculino.

Você pode gostar também

Maranhão AVANÇAR »

Admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.