Terminal Ponta da Madeira faz 37 anos na liderança entre portos privados do Brasil – Maranhão Hoje – MARANHÃO Hoje- Notícias, Esportes, Jogos ao vivo e mais

default

Porto passou por expansão significativa entre 2012 e 2018

Este mês o Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, operado pela mineradora Vale em São Luís, completa 37 anos classificado entre os portos privados mais eficientes do Brasil. O TMPM é o líder na movimentação de cargas entre os terminais de uso privado (TUPs) do país desde 2014, de acordo o último relatório anual da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Em 2022, o porto embarcou 167,9 milhões toneladas de minério de ferro.

Instalado na capital maranhense em 1986 para transportar em menor tempo o minério produzido pela mineradora até os mercados consumidores, principalmente na China, o porto passou um processo de expansão significativo entre os anos de 2012 e 2018, com investimentos em segurança, tecnologia, equipamentos e infraestrutura, incluindo a construção do Píer IV.

No que se refere-se à tecnologia, uma das últimas novidades aplicadas ao Terminal refere-se aos equipamentos autônomos, que conectou o porto à indústria 4.0. Desde o ano passado, os pátios de estocagem de minério começaram a operar de forma autônoma, funcionando por meio de programação, sem a presença de operadores nas cabines. Além dos pátios, os viradores de vagão – responsáveis pela descarga do minério que chega nos trens – e carregadores de navio utilizam essa mesma tecnologia.

Mesmo com tanta tecnologia, para o gerente-executivo de operações do TMPM, Rômulo Rovetta, o sucesso do Terminal está na qualidade e diversidade do time que o opera. “Fomos nos transformando ao longo do tempo. Houve muito investimento em infraestrutura e tecnologia, mas sobretudo em pessoas. As pessoas são nosso diferencial. São elas que farão a gente ir além”, afirmou Rovetta.

Desempenho Ambiental – O Terminal Marítimo da Ponta da Madeira também tem se destacado na área ambiental. Em 2022, ficou em segundo lugar no ranking do “Maior Índice de Desempenho Ambiental (IDA) do Prêmio Antaq.

Em 2021, o porto conquistou a primeira colocação. A premiação, promovida pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários reconhece e estimula as melhores práticas e ações ambientais do segmento. Esta foi a quinta vez que o TMPM ficou entre os primeiros do Prêmio.

Terminal de Ponta da Madeira – O Complexo de Ponta da Madeira tem uma área de aproximadamente 1800 hectares, o que equivale a 100 estádios do Maracanã, e embarca produtos como: minério de ferro, manganês e pelotas. Possui 3 píeres, com capacidade para atendimento de cinco navios simultaneamente, incluindo os maiores graneleiros do mundo. Para dar suporte aos píeres, fazem parte do complexo, 8 viradores de vagão e 16 pátios de estocagem, com máquinas que empilham e recuperam o minério, que seguem por esteiras até os navios.

A boa atuação do TMPM está diretamente ligada às condições favoráveis que São Luís tem para o setor industrial: privilegiada posição geográfica entre as regiões Norte e Nordeste do país, com o litoral estrategicamente localizado, o que permite economia de combustível e redução no prazo de entrega de mercadorias para os mercados transoceânicos. A capital também possui uma das maiores variações de maré existentes (aproximadamente 7 metros).

Admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *