Ministro Alexandre de Moraes determina quebra do sigilo das imagens do circuito interno do Palácio do Planalto | Maranhão Hoje – MARANHÃO Hoje- Notícias, Esportes, Jogos ao vivo e mais


Movimentação suspeita provocou queda de chefe do GSI

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira (21), a quebra do sigilo das imagens do circuito interno do Palácio do Planalto. O objetivo é apurar a movimentação no dia 08 de janeiro, data dos ataques às sedes dos Três Poderes, em Brasília (DF).

Além da quebra do sigilo das imagens, o magistrado pediu que a Polícia Federal ouça servidores do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) que estavam no palácio durante o momento da invasão.

Moraes é o relator do processo de investigações sobre os atos criminosos ocorridos em janeiro deste ano.

A ação dos funcionários do GSI entrou no foco após vídeos das câmeras de segurança serem divulgados pela CNN Brasil e mostrarem os servidores e o agora ex-ministro-chefe, Gonçalves Dias, andando entre os vândalos.

As imagens mostram, inclusive, um dos servidores, o major José Eduardo Natale de Paula Pereira oferecendo água aos invasores.

A decisão do ministro determina a quebra de sigilo de todo o material existente em até 48 horas. Moraes também disse que os depoimentos dos servidores que será tomado pela Polícia Federal são necessários para “aferição das condutas individuais”.

(Com informações da Band)

Admin